Uma Aventura Ímpar – Dia 3

O dia começou cedo, às 7:00h. Pedi para sairmos mais cedo para poder aproveitar alguns dias de luz em Nha Trang, meu destino final. Mas Hong (o guia) perdeu a chave da motocicleta e acabamos atrasando uma meia-hora. Depois de tanto procurar e decidir conectar os fios na mão, o que iria demorar ainda mais, resolvi perguntar na recepção do hotel se tinham encontrado alguma chave. E lá estava a maldita.

Visitamos uma plantação de cacau, uma outra fábrica de folhas de arroz (diferente da anterior), tomamos água de coco, café… o que pareceria ser um dia “normal” em comparação aos 2 anteriores acabou me surpreendo novamente!

Carro de Funerária No Caminho
Carro de Funerária No Caminho
Preparando Folhas de Arroz
Preparando Folhas de Arroz

Num dos lugares onde tomávamos café, Hong entrou em um papo com o dono do bar (eu naturalmente não entendi nada), e lá pelas tantas ele me pergunta: “Estamos bem de horário, quer experimentar conhecer uma vila de Mongs a 7km da estrada?”. “Mongs?” – perguntei eu. “Sim, aquela minoria que usa vestimentas coloridas. Dizem que vieram da Mongólia.” Uau! Nem mesmo Hong tinha ido lá, seria uma super novidade para nós dois!!! Mas mal podia imaginar que seria ainda mais novidade para os próprios Mongs!!!

Lá fomos nós. Deixamos a estrada principal e pegamos 7km de estrada de terra em busca da vila. Alguns olhares surpresos no caminho nos observavam. Ao chegarmos lá, mais uma vez supresa total! Ao que parece, eu fui a única turista que jamais entrou na vila até então! Parecia que todos os moradores saíram de suas casas para nos verem. Hong falava para eu tirar fotos à vontade, mas não me senti bem. Eles estavam tão envergonhados, que fiquei com receio de invadir demais o espaço deles. Depois de algumas solicitações, em forma de mímica, consegui tirar uma ou duas fotos. Quando mostrei para eles as fotos tiradas, a alegria foi geral!!! Não se continham de rir e de falar entre si! E foi então que consegui obter mais algumas fotos. Tirando e depois mostrando!

Mulher Mong
Mulher Mong
Criança Mong Pendurada
Criança Mong Pendurada
Mulher Mong
Mulher Mong
Senhora Mong
Senhora Mong

Cheguei um pouco cansada em Nha Trang, o Guarujá do país, para pegar um ônibus na mesma noite para Hoi An. Hong e eu nos despedimos, e eu fui almoçar.

E assim foi o terceiro e último dia dessa incrível jornada sobre 2 rodas pelo Vietnã!

This entry was posted in Viagens. Bookmark the permalink.

10 Responses to Uma Aventura Ímpar – Dia 3

  1. Marcia Barros says:

    É impressionante como elas são arrumadinhas, se vestem com esmero e tem uma carinha ótima. Que beleza este atalho. Imagino a experiencia que vc está tendo, e nós na rebarba, hehe. Muito obrigada por compartilhar. Vc é uma fofa!!!

    • admin says:

      Elas são lindas, Marcinha… isso porque não coloquei outras fotos, mais lindas ainda!
      Obrigada por estar acompanhando e participando!! Você que é uma fofa!
      Beijo grande e saudoso

  2. simone says:

    também adorei as roupas, o colorido, o bebê sendo carregado nas costas.
    uma delícia de olhar!

    • admin says:

      Lindas demais, né, Si?! E ainda vou ver mais dessas roupas, si, numa cidade ao norte, perto da fronteira com a China! Aguardem!!!

  3. Keka says:

    Amei, Chan! O vídeo do menininho cantando é demais! E a moto, hein? Sempre achei que os vietnamitas andassem de muito de bicicleta! beijos

    • admin says:

      Keka, que bom te “ver” por aqui! Aquele menininho foi a coisa mais fofa que já vi!
      Então, tem bastante bicicleta por aqui… mas acho que tem mais moto ainda! É um mar de motos! Uma loucura!
      Amanhã devo postar um vídeo com o trânsito insano!!!
      Bjs!!!

  4. Silvana says:

    Oi Chant, ai tá frio? Imagino que essas roupas são quentes, não? Muito interessante. Aquele carro de funerária então, bem diferente dos nossos pretos daqui, é alegre.
    Obrigada por compartilhar seu tour!

    • admin says:

      No Vietnã estava super quente, Sil! Fora no norte do país, onde peguei umas chuvas. Mas no resto, basicamente short e camiseta o dia todo!!! Mal usei calça! Mas na moto, por conta do vento e de algumas chuvas, tivemos que colocar calça e casaco!
      Obrigada a você, por estar participando das minhas aventuras!!!
      Saudades suas!

  5. Marcos says:

    Você, com informações tão bem detalhadas, me transportou para cada momento
    que tem vivido nesta viagem com diversas culturas e locais maravilhosos. Marcinha disse que
    ainda esta na metade desta aventura e que tem Nepal como destino.
    Aguardamos mais notícias.
    Abraços

    • admin says:

      Olá Marquinho, que legal te ver por aqui também! Nepal ainda não sei se vou… na verdade, estou me distanciando um pouco de lá, mas quem sabe mais tarde? Por enquanto, devo ficar um tempo pela China….
      Beijo!!!

Comments are closed.