Dali

O trem chegou em Dali, Yunnan, por volta das 7:00h. Eu sabia que tinha de pegar o ônibus de número 6 para a cidade velha, onde se concentram os hotéis e as atrações turísticas. Mas não fazia a menor idéia de onde saltar!

No ônibus, perguntei a uns 2 passageiros, mas ninguém me entendia. Sorte que na noite anterior eu tinha pedido à Yan de escrever algumas palavras básicas em chinês. Dentre elas, a palavra hotel. Mostrei a palavra a uma chinesa, que disse qualquer coisa incompreensível, mas que deu a entender que era para eu saltar com ela. Dito e feito.

Saltamos do ônibus e caminhamos uns 10 min pela cidade ainda adormecida. Por aqui, 7:30h ainda está clareando e as ruas estão vazias! A chinesa bateu à porta de uma casa, mas ninguém atendeu. Muito cedo, provavelmente… eu olhei ao redor e avistei algo escrito em inglês: um hotel!!! Nos dirigimos até lá, tocamos a campainha algumas vezes, até que alguém de dentro grita algo e a chinesa ao meu lado responde um “xing ling”. Em seguida, uma mulher semi-acordada vem abrir a porta e me mostra um quarto. Ufa, um quarto bem decente! Encontrei um lugar para pernoitar!

O dia anterior e a chegada a Dali me mostraram que viajar pela China sem falar chinês não é nada molezinha! Bem difererente dos 4 últimos países que visitei. Aqui, planejar é preciso! E não deu outra: assim que saí do hotel, fui comprar um Lonely Planet da China e um pocket book com sentenças básicas em chinês. Não que agora tudo vá ser fácil, mas pelo menos já não estou ao “Deus dará”.

Enfim, pude respirar e aproveitar a bela cidade de Dali. O bairro velho data do ano de 738, e foi capital do reino de Nanzhao. Em 1000, Dali estava entre as 13 maiores cidades do mundo. Muita história…

As ruas de pedra, as casas baixas, quatro portões ao redor da cidade velha, um templo chinês, muito comércio, tantas cores, vestimentas diferentes… me perdi diante de tantas imagens e tanta novidade!

Entrada para o Templo Chinês
Entrada para o Templo Chinês
Templo Chinês
Templo Chinês
Portão Norte da Cidade Velha
Portão Norte da Cidade Velha
Comércio Pelas Ruas
Comércio Pelas Ruas

Almocei dumplings vegetarianos, umas trouxinhas de massa branca com recheio de legumes preparados no vapor! Uma delícia!

Barraquinha Pelas Ruas
Barraquinha Pelas Ruas
Outra Barraquinha
Outra Barraquinha
Não Me Perguntem O Que É
Não Me Perguntem O Que É
Chinesa No Mercado de Rua
Chinesa No Mercado de Rua

De Dali, a próxima parada será em Lijiang, uma outra cidade mais ao norte, também com muitos anos de história!

This entry was posted in Viagens. Bookmark the permalink.

6 Responses to Dali

  1. Marcia Barros says:

    Chang, que bom que vc encontrou essa moça boazinha que te levou no hotel, neste horário tão cedo. Um axé pra ela. Vc não tem impressão de estar num cenário, como a A Rosa Púrpura do Cairo? ou ao contrário do Conto Chinês? hehe. Ou num livro daqueles antigos ” Volta ao mundo em 80 dias” , etc. Estas lanternas vermelhas são um charme. Aquela comida parce um angu duro virado da vasilha. Bj, saudades.

    • admin says:

      Marcinha, eu e minha irmã Michele lembramos do Conto Chinês! Eu tou igualzinha ao personagem da história, perdidinha por aqui, em busca de um coração bom pra me ajudar! hahaha!!!
      Menina, as comidas aqui são tão exóticas… se eu comesse carne, faria a festa por aqui! Até lagartixa já vi por aqui! Mas sendo vegê, tenho que ser bem mais cautelosa!
      Bjo grande!

  2. simone says:

    que lindas as imagens, ChangChang! Amei.
    suas histórias são deliciosas. não vivemos mais sem elas.

    • admin says:

      Ao vivo, é ainda mais bonito, Si! É um mundo novo!!! Vocês têm que vir conhecer também!!!
      Bjo grande!

  3. Omar says:

    Belas fotos!!. Acho que a estatua dourada é de Guanyu. Personagem half histórico half mítico que virou divindade, reverenciado por várias religiões (Budismo, Confucionismo, Taoismo, etc). Também conhecido como o General Kwan, patrono das artes marciais chinesas. A arma dele era uma espécie de sabre largo na ponta de uma lança que hoje é conhecido como Kwan Dao.
    Bj.

    • admin says:

      Ainda bem que tenho um consultor para história, filosofia, religião e arte marcial chinesas de olho no blog!!! Obrigada por compartilhar essas infos, Omer!
      Eu sabia que você ia gostar dessas fotos!
      Beijos!

Comments are closed.