Ubud

Peguei tanto sol em Padang Bai que resolvi sair um pouco da praia e conhecer a parte central da ilha. Fui para uma das cidades mais famosas de Bali, conhecida por seu artesanato, galerias de arte e seu ótimo astral: Ubud.

No início, achei a cidade bem turística: trabalhador demais para muito pouco turista, já que agora é baixa estação. Ao caminhar nas ruas, a cada hora alguém surge do além e te pergunta taxi? Caso você responda No, thanks, eles são capazes de insistir: transport?, where are you going?, what can I do for you? Se te vêem de mochila nas costas, então, é certo escutar um place to stay? Realmente isso é de enlouquecer. Mas depois de um ou dois dias em que os locais se familiarizam com você, as perguntas já não são mais tão invasivas e frequentes. Foi quando descobri que a cidade realmente faz jus à sua boa reputação. Me encantei!

Na frente de cada lojinha, uma oferenda, um detalhe, um charme!

No Lado Esquerdo
No Lado Esquerdo
No Lado Direito
No Lado Direito

Abaixo, alunos de Ubud na porta da escola.

Alunos
Alunos

A cidade oferece muitos passeios pela região, dentre eles conhecer (de longe) um dos vulcões ainda ativos e visitar o templo hindu mais antigo da ilha.

Primeiro Templo de Bali
Primeiro Templo de Bali
Vulcão Kintamani
Vulcão Kintamani

Outra atração do passeio foi visitar um templo construído em 926A.C., em um local considerado sagrado por eles: Tirta Empul. Há alguns anos lá descobriram uma fonte de água natural e cristalina, que julgam ter sido criada pela deusa Indra e que tem poderes curativos. Eles captaram essa água para purificação e construíram duas piscinas com várias saídas de água. Cada saída tem uma função: uma purifica pesadelos, outra é para pessoas que perderam familiares, outra é um antídoto para envenenamento, e assim por diante… Os devotos entram nas piscinas de Sarong e percorrem, em oração, cada uma das fontes.

Eu no templo:

Em Tirta Empul
Em Tirta Empul

Purificação
Purificação

Eu resolvi entrar também! Peguei minha canga de bali que, embora brasileira, passava muito bem por um Sarong, e lá fui eu! Se fui purificada ou não, não sei dizer. Mas passei um friiiio….

This entry was posted in Viagens. Bookmark the permalink.

2 Responses to Ubud

  1. Marcia Barros says:

    Que crianças lindas, e o uniforme, que fofo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Connect with Facebook