Terracota

Ao invés de voltar a Chengdu e de lá pegar o trem noturno para Xi’an, optei por ir de ônibus até uma cidade chamada Guangyuan, no meio do caminho entre Chengdu e Xi’an, e de lá pegar o trem. Só eu de ocidental, novamente. Três garotas chinesas se sentaram perto de mim, e uma delas falava um pouco de inglês. Pronto: de repente todo o ônibus resolveu conversar comigo usando ela como interlocutora. Instalou-se aquela gritaria no ônibus, até o motorista participou do questionário! Tiraram umas fotos comigo… tudo tranqüilo. Até me pedirem para cantar algo em português para todos. Aí não, né? Imaginem eu cantando para uns 30 chineses dentro de um ônibus?

O caminho de Jiuzhaigou para Guangyuan é super bonito, mas um prato cheio para quem fica enjoado em curvas. Das quase 8 horas de viagem, 6 são percorridas em uma estrada que fica entre montanhas e à beira de um grande rio. A chinesa do ônibus com quem eu me comunicava, lá pelas tantas, me perguntou: “Is Brazil nice?”. Eu, naturalmente, disse que sim. Ela respondeu: “Here is not nice”. Perguntei porque, e ela disse: “A lot of mountains”. Com o ritmo da construção no país, acho que em 5 anos todo esse trajeto vai ser em linha reta e recheado de túneis!

Cheguei em Xi’an antes das 6:00h, estava ainda escuro. Minha impressão da cidade não foi muito boa. Xi’an é uma cidade bem grande, a capital da província de Shaanxi, e foi aqui a primeira vez em que realmente me deparei com as famosas multidões chinesas.

A estação de trem fica localizada a poucos passos da cidade velha, o coração da cidade. Logo na saída da estação, milhares de pessoas fazem hora na praça com suas bagagens, seja jogando baralho, jogando mahjong (um jogo extremamente popular por aqui), ou comendo, conversando, fumando, etc…

Não fazia muita idéia do que me esperava aqui em Xi’an, mas outros turistas com quem conversei antes não me empolgaram muito. Mesmo assim, optei por conhecer a capital de pelo menos 5 dinastias ao longo da história do país. E, claro, de visitar uma das mais famosas atrações do país: o Exército de Terracota!

E lá fui eu! De fato, o sítio deixa qualquer um boquiaberto! A quantidade de soldados, os detalhes com que foram esculpidos, a singularidade de cada um (não há dois soldados iguais!), é impressionante! E tudo porque o imperador Qin Shi Huan, da dinastia Qin, acreditava que assim iria garantir sua segurança após a morte! Mucho loco!

Exército
Exército
Soldados
Soldados
Mais Soldados - Todos Diferentes
Mais Soldados - Todos Diferentes
Vejam Quantos
Vejam Quantos
Parecem De Verdade
Parecem De Verdade
Exército
Exército

De volta à estação de trem, resolvi tentar antecipar minha passagem de trem para Beijing. Doce ilusão: filas quilométricas para os guichês de venda de bilhetes. Muuuita gente, muuuuito mais que de manhã! Não teve jeito, tive que manter minha passagem de 18:30h. Fui dar uma volta pela cidade velha, almocei algo, e depois preferi voltar para a estação e aguardar por lá. Não sou de multidões… o que será que me espera em Beijing?!

This entry was posted in Viagens. Bookmark the permalink.

8 Responses to Terracota

  1. jorge langone says:

    incríveis os soldados! era o melhor cantar em português aí, Chan! (ninguém ia poder criticar) hehe
    beijos

  2. simone says:

    ahahahahahahaha, canta! canta!, canta!
    garota de Ipanema, Chang, é a sua cara.
    Ah, se esses chineses soubessem que além de tudo vc é afinada!

    • admin says:

      hahaha… tem que ter muita coragem, Si! Ainda não cheguei nesse nível! Deixa eu me sentir mais “em casa”, e quem sabe então me arrisco mais!

      • Marcelo Abreu Marques de Oliveira says:

        Não esqueça de pedir para alguém gravar o vídeo da cantoria!
        Tô imaginando a cena de um musical com a Chan cantando Garota de Ipanema e toda uma corografia de chineses dentro do ônibus (quem viu a abertura das Olimpiadas de Pequim sabe do que estou falando!)
        Muitos acessos no Youtube! 🙂

        • admin says:

          Hahaha… se eu cantar, prometo que gravo um vídeo!!! Mas quero ver alguém me fazer cantar!!!! rsrs
          Beiijo!!!

  3. Marcelo Abreu Marques de Oliveira says:

    Muito iradas as fotos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Connect with Facebook