Em Guilin

Minha estadia em Israel voou. No dia seguinte ao casamento, já estava eu entrando novamente no avião turco rumo a Beijing (com escala em Istanbul). A Turkish Airlines foi nota 10. Excelente comida, talheres de metal, televisão em cada cadeira e uma opção de mais de 100 filmes para assistir! Pena que quase não assisti a filme algum. Nas últimas 3 noites, dormi cerca de 4 horas cada uma. Acabei desmaiando no vôo.

Chegando em Beijing por volta das 15:00h, mudei de terminal e fiz hora no aeroporto até a noite, quando sairia meu vôo interno para Guilin. Para os que não estão muito familiarizados com a geografia chinesa, Beijing fica no nordeste do país, bem lá em cima, enquanto que Guilin fica próximo (para os padrões chineses) a Hong Kong, mais para o sul. Optei por voar, e não ir de trem, pois agora o perfil do passeio mudou um pouco de cara. Ainda sou mochileira (acho que não consigo mais me livrar desse título!), mas agora tenho mais uma atribuição: sou estudante também!

Pois então, pessoal, agora as viagens estarão reservadas aos finais de semana, pois durante a semana estarei estudando chinês em um instituto de ensino de chinês em Guilin! Cheguei na escola na segunda-feira de madrugada, e já na terça, às 10:30h, estou eu dizendo “Nihao” à Amanda, uma das minhas professoras. Aqui é engraçado: os chineses que lidam com estrangeiros acabam escolhendo nomes ocidentais. Do contrário, é muito difícil lembrar dos nomes deles e até mesmo de pronunciá-los. O contrário também é verdadeiro: ocidentais aqui na China logo logo têm de escolher nomes chineses. O meu ainda está sendo escolhido pelos meus professores. Que venha logo, pois ninguém entende meu nome por aqui!

Aprender chinês não é fácil! O idioma é pra lá de complicado. Em breve vou dedicar um post (ou mais de um!) para falar do chinês. Juro que não consigo entender como uma criança de 4 ou 5 anos consegue falar algo tão complexo!!! Mais uma vez, parabéns aos chineses!

Guilin é uma cidade pequena, para o padrão do país, e ainda assim moderna. Aqui encontra-se de tudo (bem, quase tudo: ainda não encontrei manteiga nem queijo!). Um lugar bem agradável, com natureza ainda preservada, belas paisagens e com um clima perfeito. Nem frio, nem calor. No último fim de semana fiz um passeio pelas redondezas da cidade. Vejam:

Passeio Nas Redondezas de Guilin
Passeio Nas Redondezas de Guilin
Vila
Vila
Na Vila
Na Vila
Vendedora
Vendedora
Outra Vendedora
Outra Vendedora
E Mais Outra
E Mais Outra
Visual Do Topo De Um Desses Morros
Visual Do Topo De Um Desses Morros
This entry was posted in Viagens. Bookmark the permalink.

6 Responses to Em Guilin

  1. Marcia Barros says:

    Quando pensamos que as novidades estão entrando na rotina lá vem mais surpresa. Vc é uma figura mesmo. Mas que nenem fofo, o da foto. E que morros atraentes, esse do primeiro plano tem um dorso convitativo, hehe, lembra o Escalavrado. Boa sorte no novo desafio. Aguardamos ansiosos o novo nome. Vc sabe que nome é mantra pessoal, né? então pede pr o pessoal caprichar. Sdds, bj.

    • admin says:

      Hehehe… pois é, Marcinha, já que estou por aqui, por que não?!
      Eu também lembrei do Escalavrado… aliás, volta e meia lembro das montanhas do Rio. Já vi por aqui parentes do Escalavrado, do Garrafão, do Dedo de Deus…
      Beijo!

  2. Willy Chen says:

    Papite, seu nome chinês pode ser ” Sian Tao “, – Ilha perfumada. 香島 ver se sua professora de acordo.
    Guilin é formosa de rios-montanhas-homens, pescador usa o pato domestico para pescar no rio.
    Lugar de muitas plantações familiares, gourmet deliciosos. Onde 20 anos atras paguei um banquetes para minha família, e os três detestaram. Comi sozinho camarão do rio pulando dentro saque, tartaruga casca mole, sangue de cobra com figado, … etc. E sarei a dor de ombro, rerere.
    Willy 1202.1345

    • admin says:

      Gostei da sugestão, WIlly! Nome inspirador! Os meus professores sugeriram Shen Shen, que dizem ser um “nome de princesa” por aqui, muito bonitinho! rsrs
      Eu não achei ruim, e inclusive já me chamam de Shen Shen!
      Caramba, quer dizer que se eu comer todas essas coisas estranhas posso curar aquele joelho dolorido na descida no final das caminhadas?!?! Acho que ainda assim prefiro o joelho dolorido… haha!
      Beijo!

  3. Kiko says:

    Chantal!

    Parabens pela viagem! Que incrivel! Já perdi umas horas aqui no trabalho viajando no seu blog! E só consegui ver uma pequena fração do blog! Já vi que as próximas semanas serão pouco produtivas… As fotos estão LINDAS, as histórias SENSACIONAIS! A partir de hoje virei frequentador assíduo daqui!

    Mais uma vez valeu pelas dicas para a Patagonia!

    Beijo grande e uma ótima viagem!

    • admin says:

      Kiko!!! Seja super bem-vindo aqui no blog!!! Que bom que tá gostando!
      Puxa, vou te falar, quando fui te passar as dicas da Patagônia e revi as fotos, me bateu uma vontade de voltar àquele lugar!!! Hahaha… isso é que é vício: enquanto viajo, já tou pensando em outra viagem!!!
      Beijo grande!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Connect with Facebook